Notícias

CCA perde em casa

Em dia em que o Pinhão foi tema de festa na Vila de Ansião, os Caçadores locais sairam da primeira jornada da segunda volta sem caçar o objectivo de amealhar mais pontos.

Por outro lado os Portomosenses tiveram no seu caçador mor, a mais recente contratação, Pedro Emanuel o homem que decidiu o jogo.

Em abono da verdade, e fazendo uma ressalva ao que foram as incidencias do jogo, Pedro Emanuel tem o titulo de um dos melhores jogadores do nosso distrito na ultima decada, principalmente pela posição que ocupa, ponta de lança, com uma carreira cheia de golos e de bons apontamentos. Parabens Pedro pela bonita carreira, pelo jogador que foste e és.

Vamos ao jogo, equilibrio na partida nos primeiros minutos, posse repartida a mostrar que ambas as equipas vinham a jogo com a intenção de o vencer.
Primeira ocasião de golo pertença ao já referido Pedro Emanuel que responde com um cabeciamento quase perfeito a um cruzamento da direita, foi o cartão de visita para o que viria depois disso.

Respondeu o Ansião por intermedio de Normando que causou perigo aos furasteiros. Novas duas ocasiões onde a bola rondou a baliza do Portomosense mas sem que os locais conseguissem inauguraram o marcador.

Como quem tem Pedro Emanuel tem golo, á passagem do minuto 16, na sequencia de um livre superiormente batido por Hugo Romana, Pedro Emanuel inaugura o marcador. Fica a sensação de posição irregular de Afonso. Beneficio da duvida para a equipa de Arbitragem liderada por Felipe Mendes.

Duro golpe para o Ansião que respondeu tentando alterar o curso do encontro.

Aos 35 minutos numa perca de bola infantil da zona intermediaria do Ansião, permitindo que Pedro Emanuel isala-se Rica e o “Ansianense” com um magnifico trabalho individual aumenta para 2-0.

Bola ao meio e com o Ansião apatico, o mortifero Pedro Emanuel (não sei se já tinha falado nele) faz o 3-0 com que se chegou ao intervalo.

Ricardo Silva mexe na equipa fazendo entrar Diogo Ribeiro e Ailton. A equipa local melhorou no segundo tempo, teve mais bola e mais situações de chegada a baliza contraria mas era dificil responder a um 3-0. Pedro Emanuel por duas vezes isola Hugo Romana que da segunda vez proporciona a defesa da tarde a Ronan. Na sequencia de uma bola parada novamente Ronan a efectuar uma boa defesa.

Já aos 85 minutos, novo livre de Hugo Romana e com a defesa do Ansião muito permeavel, José Andrade faz o 4 golo e o resultado final.
Resultado justo embora demasiado expressivo para o que foi o encontro.

O Ansião desloca-se na proxima jornada ao reduto do Marrazes e recebe o Pousos no domingo seguinte.

Leave a Reply